quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Sobre: Infância nos anos 90 - Clássicos da TV Cultura (Parte 2)

Vamos continuar a lista do post anterior? (deu pra perceber que não tive o mínimo de criatividade pra fazer uma introdução digna..)







Rá-Tim-Bum




Ano: 1989 (Nossa, nem imaginava q fosse tão velho)

Premissa: Era um programa de televisão que mostrava uma família assistindo a um programa de televisão...e seus vários quadros (Senta que lá vem a história, Fada Dalila, Euclides e Sssssilvia, Nina, Esfinge, Pinguim Pianista, Professor Tiburcio, dentre outros).

Abertura (video): Melhor abertura de todos os tempos... todo mundo queria fazer um dakeles em casa

Momento Nonsense: Mama Bruschetta era o E.T. do Ra Tim Bum... ou mlehor o E.T. do Ra Tim Bum  virou a Mama Bruschetta...

Destruindo Sua Infância


Melhor Personagem: Máscara, o detetive... primeiro pq eu queria ter uma roupa igual a dele, segundo pq eu queria ser detetive e terceiro pq era o quadro mais legal, que desvendava mistérios óbvios e esquecia o nome das palavras e era lembrado por um ratinho mascarado.



Pior Personagem: Além dos vários quadros avulsos que passavam de vez em quando, eu não curtia muito os enigmas da esfinge, pq eram as coisas mais óbvias do mundo, ta certo q era um quadro direcionado pra gnt de, sei lá, 3 anos?, mas eu ja era mais velho qnd assistia e achava ridículo...

E o enigma de hoje é: Qual das Duas bailarinas está de cabeça para baixo?...(e se vc errasse  ele ainda dizia que não tinha problema e DAVa MAIS UMA CHANCE PRA ACERTAR!!!!)


Comentário: Era uma programa super dinâmico, com uma extensa variedade de quadros e atrações que torna difícil fazer qualquer comentário geral sobre o programa.

Meu Relacionamento com Rá-tim-bum: Então, segundo minha pesquisa, Ra-tim-bum estreou em 1989 e passou até 1992, dai depois voltou em 1997, e só então eu fui assistir, então na minha cabeça aquela foi a estreia de ra tim bum, logo, ele era pra mim o primo pobre do castelo ra-tim-bum, uma tentativa de fazer outro programa parecido.

Depois dos Anos 90: Reprises, Reprises, Reprises, Reprises.....


Mundo da Lua




Ano:1991

Premissa: Uma série que conta as aventuras imaginárias de Lucas Silva e Silva contadas através de um gravador de voz , presente de seu avô.

Abertura (video) : Instrumental e sem graça..

Momento Nonsense: Bem, como é um programa infantil que fala sobre o poder da imaginação, é meio difícil achar algo que NÃO seja nonsense né, mas tinha um episódio sobre a viagem na lua que tinha são Jorge, e o Dragão chama DRAUZIO ahauhauhauhauahauau... DRAUZIO

Melhor Personagem: Er... Lucas Silva e Silva? ... na verdade era impossivel qualquer criança não se identificar com o personagem, afinal de contas a potente imaginação era o principal atributo dele, e de tmb de todos os que assistiam.

Pior Personagem: A Irmã, mas acho digno, afinal de contas a irmã mais velha é feita pra ser o personagem mais odiado, e se for considerada o pior personagem, é pq o trabalho foi bem feito

Comentário: Essa é mais uma edição do diário de bordo de Lucas Silva e Silva, falando diretamente do Mundo da Lua, onde tudo pode acontecer…

Meu Relacionamento com Mundo da Lua: QUANTO É 7x8?!!!! QUANTO É 7x8?!!!!!!  aprendi aí e toda vez que caia essa conta em um exercício na escolinha eu lembrava do foguete quase explodindo...

Inesquecível 7x8...


Depois dos anos 90: Reprises, Reprises e Mais Reprises... sem contar que Lucas Silva e Silva, virou Pedro do Castelo Ra-tim-bum, depois sumiu e nos ultimos anos tem sido o Tio dos programas sobre Games da Play TV.



Confissões de Adolescente:



Ano: 1994

Premissa: Quatro irmãs (cada uma representando uma faixa etária da juventude com 13,15,17/18 e 19/20 anos de idade) mostram os conflitos e dramas da vida adolescente.

Abertura (video): "O luar, estrela do mar, o sol e o dom, quiçá, um dia a fúria desse front virá lapidar o sonho até gerar o som como querer caetanear o que há de bom!" (Sim, tive que pegar a letra no Vagalume pq né, cada um canta essa música de um jeito pq ninguém entende, já que Djavan tava inspiradíssimo qnd escreveu.)

Momento Nonsense: Deborah Secco pirralha de tudo participando da série

Nossa Deborah Secco, que angulo bom vc saiu nessa foto...-n


Melhor Personagem: Então, o legal da série é realmente mostrar as varias etapas da vida, então quando você é mais pirralho, como eu era qnd assisti da primeira vez, gostava mais da Carol, de 13 anos. Quando eu assisti pela segunda vez, acho que foi em 2008/09 se não me engano, já me identificava com a Barbara de 17/18... e quando fui reassistir agora, continuei gostando mais da Barbara.. isso mostra que, ou eu ainda tenho a cabeça de 17 anos, ou realmente a personagem Diana de 20 anos, é mto chata.

Pior Personagem: Diana era a pior personagem a 1ª vez que eu assisti, a 2ª vez que eu assisti e continuo achando chata atualmente, msm tendo a msm idade que ela. Sem contar que a personagem é a narradora da história e é interpretada pela autora da obra, ou seja, não teve nenhum desvio de personalidade no meio da adaptação, ela é chata assim msm.

Comentário: Não é a toa que a série (e primeiramente a peça de teatro que a inspirou, depois o livro e o filme) recebeu diversos premios. É um retrato fiel da vida dos adolescentes de classe média, ( fugindo dos extremos de bom-mocismo de Malhação e de junkie lifestille de Skins, por exemplo) sugiro assistir ao episódio "O que eu vou ser quando eu crescer" que fala sobre vestibular (link do youtube), que mesmo sendo escrito ha quase vinte anos atras, continua super atual, e todo mundo que já passou por essa fase se identifica.

Meu Relacionamento com Confissões de Adolescente: Bem, na verdade não era nem pra entrar no post, pq  qnd eu assisti pela primeira vez (em 1996, quando foi reexibida) eu era criança de tudo e não entendia qse nada nada, mas a estética da série chamava a atenção, e eu me identificava com os xiliques da personagem mas nova desde então, pq nunca podia fazer nada, era sempre novo de mais pra isso e pra aquilo (isso pq ela tinha 13 anos, imagina eu que tinha 5...) mas depois que reassisti mais velho pude perceber o quanto é uma série boa, e por isso roubei pra ela estar nesse post.  

Depois dos anos 90: Algumas reprises (inclusive em outras emissoras como Band e Multishow), mas são raras se comparadas as reprises dos outros programas. Deborah Secco e Daniele Valente tão na globo, Georgianna Goes no Futura e Maria Mariana virou colaboradora de Malhação por diversos anos...


Bem,

.
..
...

Encerro por aqui a segunda parte do nostalgico post da infancia dos anos 90, e logo mais vamos pra ultima parte... pq sabe como é né... o Principal merece um post especial só pra ele..







7 comentários:

  1. Oi, eu sou o Gilvane do Blog Sougilvane (muito original, eu sei!). Nasci em 90, mas só assisti as reprises desses programas.

    Até hoje gosto muito de desenhos, mas tem que ser desenho infantil mesmo, como esses que infelizmente não se fabrica mais.

    Gosto do Charlie e Lola da Cultura e do Bob Esponja quando não estou grudado no computador procurando blogs interessantes pra ler.

    Estou sempre por aqui. Hoje resolvi aparecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. Excelente postagem! ainda sinto falta dos anos 90 na tv! assisti todos estes programas e ainda hoje me deleito quando os vejo passando!

    http://cafedefita.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Fernando!

    Caramba, meus parabens por essas postagens de clássicos da Tv Cultura!!!!
    Nossa é fenomenal1!!
    Eu posso dizer com orgulho que assisti á todos eles e se ver de novo, assistirei do mesmo jeito!!!
    Mas perai! Vc esqueceu alguns programas essenciais que fizeram parte : MUNDO DE BEACKMAN (não tem como esquecer0 ANIMAIS DO BOSQUE DOS VINTENS (tenho em dvd...amo aquele desenho!), TIN TIN (orra, é Tin Tin mano!), TEATRO DOS CONTOS DE FADAS (seo comentários..consegui recentemente todos os capitulos), OLHO VIVO (a abertura perfeita!) e aquele que todos louvam: ANOS INCRÍVEIS.
    bjs
    Bom, vou te confessar uma coisa....a maioria das fotos de cosplay realmente passam por um tratament ode photoshop..tem algumas que mexem no cenário e tudo o mais porém...em muitos casos, especialmenteno que diz respeito naqueles cosplayers "fodas" o máximo de tratamento que eles dão é algo pra melhorar as cores. Concordo com o que vc flaou sobre o tal cosplayer e até concordo. Mas vou te dizer uma coisa: normalmente tem cosplayers que não se importam muito com o quesito cenário...sinceramente os que mais capricham em cenários e trajes são os japoneses...se bem que meus preferidos são os europeus. Sério, eles são abençoados. Porque al´wm de terem toda a beleza dos personagens, as roupas 9especialmente vitorianas) são impecáveis e o melhor..eles possuem o lugar certo para fotografar. Catedrais, castelos, palácios...é demais. Para voc~e ter uma idéia, dê só uma olhada nisso: http://empadinhafrita.blogspot.com/2011/04/cosplay-trinity-blood-esther-blanchett.html.
    Acredite, essas fotos não são photoshop, exceto pra um ou outro retoque.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi, desculpa te incomodar de novo, mas tem um novo post la no meu blog, e adoraria se tu desse uma comentada *-*

    www.luliskd.blogspot.com

    Falow ^^

    ResponderExcluir
  5. KKKK POW eu vi a reprise de CONFISSÕES DE ADOLECENTE E Rá-Tim-Bum hehe o resto nuk ouvi falar hehe

    XEROO GRANDE

    ResponderExcluir
  6. Ainda estou tentando me recompor do choque de descobrir que Mama Bruschetta e o Et são a mesma pessoa. hehehe

    Assisti a todos os programas citados...

    Como diz a canção: "Que tempo bom, que não volta nunca mais" - mas ainda bem que existem as reprises ;)

    Beijos

    ResponderExcluir